Como Gostar de Ler Livros em 5 Simples Passos - O Hábito da Leitura

Escrito por Joice Rodrigues
Como gostar de ler livros

É incrível como gostar de ler livros e realmente ter o hábito da leitura pode mudar a vida de uma pessoa.

Pensando nisso, eu reuni neste artigo, 5 simples passos práticos para qualquer pessoa comum conseguir ler até 50 livros a mais por ano (começando já esta semana) mesmo com pouco tempo livre ou falta de costume.

ACREDITE: é plenamente possível sentir prazer na leitura e você definitivamente não precisa ter nascido um gênio ou ser supernerd para gostar de ler livros.

Eu mesmo, li um livro inteiro pela primeira vez na minha vida somente aos 16 anos de idade, e a partir de então, a leitura tem sido uma atividade natural, que eu faço frequentemente sem qualquer sofrimento.

Mas claro, fazer desse hábito parte da minha vida só foi possível a partir do momento em que além de entender a importância da leitura, eu também senti o quanto ela poderia ser agradável.

E os passos que eu compartilho com aqui hoje, são aqueles que eu pessoalmente usei para chegar no estágio de leitora que cheguei (não sou nenhuma recordista da leitura, mas com certeza atualmente leio o suficiente para manter meu cérebro potente).

Portanto, se você deseja descobrir como gostar de ler livros, desenvolver o hábito da leitura e aumentar a quantidade de obras que lê anualmente, continue lendo este artigo e só pare quando for para executar os passos revelados.

Passo 1: O objetivo de leitura

De maneira geral, existem dois tipos de livros: ficção e não ficção.

Livros de ficção ou literários compartilham histórias inventadas, enquanto livros de não ficção compartilham histórias reais, opiniões ou informações.

E embora seja plenamente possível aprender lições valiosas com livros de ficção, é comum que a finalidade desse tipo de leitura seja apenas entretenimento e não aprendizagem.

Por isso, antes de sequer pensar em ler um livro, é essencial ter um objetivo de leitura nem definido: aprender ou se entreter.

Caso for se entreter, é provável que um livro de ficção seja o mais recomendado.

Caso for aprender algo específico, provavelmente existe um livro de não ficção escrito especialmente para te ensinar isso.

O importante é ter algum motivo para concluir a leitura do livro.

Passo 2: Um livro para gostar de ler

Leitura de livros

Geralmente quem não está acostumado a ler livros, já sente naturalmente uma certa dificuldade em prestar atenção e entender o texto.

Imagine então, se essa pessoa tiver que ler um livro...

  • Complexo - com vários termos desconhecidos
  • Chato - muito formal ou antigo
  • Gigante - em peso, tamanho e páginas

Em casos como esse, é no mínimo, compreensível que qualquer indivíduo se sinta exausto antes mesmo de começar a ler a primeira página...

Mas calma, que ninguém aqui está dizendo que você deve desenvolver o hábito da leitura com livros infantis ilustrados.

Eu apenas estou recomendando que você não exagere até que esteja totalmente acostumado.

Para o início da sua jornada de leitura, prefira livros de no máximo 300 páginas.

Lembre-se que o nosso cérebro adora recompensas rápidas, aspecto este, que apesar de ter seu lado ruim, também pode ser usado a nosso favor, ainda mais na hora de criar novos hábitos.

Por isso, quanto antes você perceber o seu avanço, maior será a sensação de progresso e dever cumprido.

E sem dúvidas, gostar de ler e conseguir fazer isso mais rápido se torna uma tarefa bem mais fácil quando o livro em questão, é simples, curto e agradável.

Passo 3: A meta diária de leitura

Hábito de ler

No começo da minha jornada como leitora, o que eu fiz para me manter lendo, mesmo após concluir o primeiro livro, foi estabelecer uma meta de leitura diária.

Assim, além de me obrigar a ler todo dia, eu também estava desenvolvendo um ritmo de leitura frequente, já que só poderia parar de ler o livro quando atingisse a meta diária.

Metas ajudam bastante no desenvolvimento de hábitos, pois elas costumam atribuir um sentido maior à nossa rotina.

Duração ou quantidade de leitura?

Tem gente que usa o tempo como medida para a meta de leitura, como por exemplo, 15 minutos por dia.

Agora, eu sinceramente recomendo e prefiro uma meta diária baseada na quantidade de páginas lidas.

Principalmente por 2 motivos: percepção e procrastinação.

O progresso se torna muito mais perceptível quando você percebe que está avançando nas páginas do livro.

E quando você tem um período de tempo limite para ler, a tendência natural é ficar enrolando até o tempo acabar.

Portanto, após experimentar os dois critérios, eu cheguei à conclusão de que o mais apropriado para iniciantes, é uma meta de leitura estipulada na quantidade de páginas do livro.

E quantas páginas?

Bom, não existe um número perfeito, mas eu comecei com 5 páginas por dia, até que aos poucos essa quantidade foi aumentando, fazendo com que a leitura de livros se tornasse parte do meu dia a dia de maneira automática (e eu finalmente gostasse de ler).

Passo 4: O hábito de ler livros

Como dito anteriormente, é melhor não estipular a duração do tempo de leitura.

Contudo, há algo poderoso que ainda pode ser feito com o seu relógio: configurar um horário fixo de leitura.

Se você já sabe qual é o horário do dia em que normalmente fica livre, configure o despertador para esse horário, pois assim que ele tocar, você se lembrará que é hora de ler (inclusive, você até pode nomear o alarme como "Hora de ler!").

Existe o risco do alarme tocar quando você estiver fazendo algo mais importante.

Nesse caso, basta reconfigurá-lo no mesmo momento, para despertar em um outro horário que você saiba que não estará ocupado.

Passo 5: O valor dos seus primeiros livros

Livros para comprar

Se você está aqui, eu presumo que, ou você não é muito fã de leitura, ou lê muito menos do que deveria.

Em ambos os casos, um dos fatores que realmente podem estimular a leitura de um livro, é investir o seu dinheiro nele.

Fazendo isso, você estará aumentando sua percepção de valor em relação ao livro, já que dispôs de uma quantia que poderia ter gasto com qualquer outra coisa.

Sem contar, que o fato dele ser seu, irá proporcionar uma sensação bem mais agradável, além de permitir que você escolha exatamente o livro que deseja (o que também aumenta as suas chances de gostar de ler).

Pegar emprestado, pode até ter o fator "período limite", que para muita gente significa mais pressão para ler.

Porém, não vamos esquecer...

Se você sabe que tem um tempo limite, e não está afim de ler, é muito mais provável que acabe enrolando do que cedendo à pressão.

Aprenda qualquer assunto estudando com livros

Atenção! Conteúdo exclusivo para alunos de cursos e profissionais autodidatas.

Nesta apresentação online 100% gratuita, eu compartilho a simples estratégia de 3 passos práticos que utilizo para aprender qualquer assunto novo estudando com cursos e livros.

Preencha os campos abaixo para acesso instantâneo:

Fique tranquilo: jamais te enviarei spam e você é livre para sair quando quiser.

Vídeo: Como ler mais livros e realmente gostar disso

Comece AGORA!

Que tal começar a pôr esses passos em prática neste exato momento?

Você pode encontrar agora mesmo o livro perfeito para se apaixonar pela leitura nas livrarias abaixo:

  • Amazon - Uma das maiores livrarias do mundo.
  • Submarino - Uma das maiores livrarias do Brasil.

E além de ambas livrarias serem 100% seguras e confiáveis (onde eu mesma compro meus próprios livros), elas também oferecem diversos títulos com descontos incríveis e entrega rápida.

*Comprando por um dos links indicados, o Impulso Cognitivo recebe uma pequena comissão sem que você precise pagar um único centavo a mais por isso. Contudo, a minha recomendação é sincera e eu só indico o que eu mesma compro e confio.